31 de ago de 2013

Video com Assef Ribeiro na Solto, gravado em Vinhedo/SP



Muito legal esse video da Solto gravado com o Assef em Vinhedo/SP, pista que sediou a 4ª Etapa do Brasileiro de Mountainboard recentemente. Ele mostra o quanto o mountainboard pode ser divertido e fácil de ser praticado, diferentemente do que muitos pensam! Experimente você também, saiba aqui como escolher o equipamento certo para você!

É a Revista Solto Cultura Radical na cena do Mountainboard como sempre!

Confira as últimas edições da Solto e a Coluna Enjoy The Ride!

Solto 76
Solto 75
Solto 74 
Solto 73 - Essa edição foi especial de fotos!
Solto 72
Solto 71
Solto 70...

Enjoy The Ride!

24 de ago de 2013

Solto 76 já na rede, mountainboard na Pág 60!

Se senta e curte! ("Putz, que trocadilho mais ingrato, inevitável, rsrsrs)

E para os assinantes ETR! vai chegar em casa!

Enjoy The Ride!

21 de ago de 2013

RESULTADOS 4ª Etapa Brasileiro de Mountainboard VINHEDO/SP e RANKING ATUALIZADO 2013!

Pista do Parque da Represa II em Vinhedo/SP foi o palco da 4ª Etapa! - Foto: André Pangella
Segue abaixo o Release oficial do evento redigido na riqueza de detalhes do Fernando Gazzola, o Assessor de Imprensa do Circuito e representante do Brasil na IMA (International Mountainboard Association), para quem quiser reviver o evento, vale a pena a leitura! 

Ao final da matéria os resultados e Ranking atualizado!


Atletas de Mountainboard proporcionaram belo espetáculo em etapa do Circuito Brasileiro, realizada em Vinhedo no interior de São Paulo

Aconteceu nos dias 17 e 18 de agosto a 4ª etapa do Circuito Brasileiro de Mountainboard 2013, na cidade paulista de Vinhedo que pelo segundo ano consecutivo sedia um campeonato de nível nacional. Foram realizadas todas as modalidades de competição do esporte: Downhill, Boardercross, Slopestyle e Big Air, nas categorias: Profissional, Master, Amador, Feminina e Iniciante. Os melhores atletas brasileiros estiveram na etapa, oriundos de diversas cidades de 4 diferentes regiões; Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. 

O nível da competição foi altíssimo, manobras complexas de giros e saltos mortais foram executadas nas modalidades provenientes do Freestyle - Big Air e Slopestyle. Os atletas mostraram também muita disposição para disputar as provas de Downhill (tomada de tempo) e Boardercross (prova na qual 2, 3 ou 4 atletas apostam corrida em um circuito com obstáculos) já que a pista tem momentos rápidos mas em alguns trechos planos exige-se técnica para ganhar velocidade nos obstáculos conhecidos como costelas.

O evento foi muito bem conduzido pelo diretor de prova e organizador da etapa Assef Ribeiro, que é o Presidente da AMESP – Associação de Mountainboard do Estado de São Paulo. Os presidentes de outras associações, os diretores e juízes presentes ajudaram no suporte técnico pondo em prática as regras estabelecidas no Circuito Brasileiro de Mountainboard. Os competidores, que em virtude do cronograma apertado por conta da quantidade de categorias e modalidades, ajudaram bastante cumprindo os horários e o andamento das provas ocorreu perfeitamente. Foi clara a evolução de muitos atletas em todas as categorias, o que demonstra que o pessoal tem levado a sério o Circuito Brasileiro e treinado nas pistas espalhadas pelo País. Novas manobras foram realizadas e, independente do resultado, muitos competidores superaram seus desafios pessoais. Tudo isso aconteceu no clima de amizade e descontração que sempre acompanha os eventos do esporte. 

Categoria Profissional

Na categoria profissional, a mais importante do Circuito Brasileiro, o atleta da equipe Local Trip de  Visconde de Mauá – RJ, Thiago Solon de 19 anos, levou o primeiro lugar em todas as modalidades. O rapaz mostrou muita técnica e velocidade e provou que além de excelentes nas manobras (ele é hexacampeão brasileiro de freestyle) tem treinando para as provas de Boardercross e Downhill, mostrando ser um atleta overall – que se dá bem em todos os estilos. O competidor mostrou amplitudes impressionantes nos saltos e um vasto repertório de manobras dificílimas, como o backside cork 540°, front side 720° melon, backflip 180° melon, front side 540° double grab, judo air, entre outras. Depois de cravar os 5 dos 7 saltos válidos para o somátorio das notas, o atleta tentou um inédito 900° - dois giros e meio - e por muito pouco não acertou, faltou posicionar corretamente o corpo no último quarto de giro.

Em segundo lugar no Big Air, modalidade mais valorizada e respeitada entre os competidores, ficou o atleta gaúcho Alex Lâmpada, de 34 anos e morador de Porto Alegre, que se impôs tendo boa regularidade na conclusão dos saltos e escolhendo manobras expressivas para compor suas notas. Alex Lâmpada é conhecido por sua garra e por mandar manobras altamente técnicas, sendo algumas de base trocada. No Big Air ele executou frontflip, swith backflip 180°, backflip 180° nose grab, front side 540°, front side 360° one-foot e uma mistura de backflip com barrel roll, grebando de method.

Foi espetacular ver o Thiago e o Lâmpada duelarem dentro das pistas, dois atletas de altíssimo nível que são referência para os competidores brasileiros e que tem nível para brigar de igual pra igual com os atletas estrangeiros, mostrando o quanto o mountainboard brasileiro evoluiu com a disputa sadia entre estes dois ícones nacionais. Após esta quarta etapa de um total de seis, os dois atletas estão cabeça-a-cabeça em busca da primeira colocação do Big Air Profissional, faltam duas etapas para a conclusão do Circuito Brasileiro, uma em Visconde de Mauá-RJ (na Local Trip, pista do Thiago Solon) e outra em Porto Alegre-RS no King Kong Mountain Park (onde vive o Alex Lâmpada). Essa disputa ainda promete fortes emoções.

Outro destaque da categoria Profissional foi o atleta Tupac Bittencourt que, assim como o Thiago, mora em Visconde de Mauá e faz parte da equipe Local Trip. Tupac tirou o segundo lugar no Downhill, seu tempo foi 31 centésimos de diferença para o campeão Thiago. O atleta repetiu a segunda colocação da categoria Profissional nas modalidades Boardercross e Slopestyle, e ficou em terceiro no Big Air.

Daniel Fuhmann de Vinhedo teve boa participação, o atleta tem um estilo refinado e ótima amplitude, executou linhas criativas mas pecou na escolha das manobras, mesmo assim, chegou no pódio com a moral nas alturas entre os competidores. Juninho Ribeiro de Resende-RJ, foi outro atleta com ótima participação na Pró, ele chegou em cima da hora por conta de compromissos profissionais e, mesmo com pouco treino e uma lesão no ombro, fez excelentes provas e conquistou a 5ª posição nas modalidades Big Air e Boardercross. Assef Ribeiro, organizador do evento e dono da pista ficou sobrecarregado com a quantidade de funções e só correu a modalidade downhill, e mesmo sem aquecer conquistou a quinta colocação.
 
Categoria Master

Na categoria Master, composta por atletas que já foram Profissionais e possuem mais de 32 anos, aconteceu outro espetáculo para o público presente. O atleta e empresário gaúcho, representante da MBS no Brasil Márcio DaGuedes, de 40 anos, venceu as quatro modalidades e deu uma aula de como se deve competir. DaGuedes, como é conhecido, está prestes a se mudar para os Estados Unidos onde trabalhará com dedicação total ao mountainboard. Por este motivo ele participou de sua última competição no Circuito Brasileiro 2013. O gaúcho de Porto Alegre fechou com chave-de-ouro, valendo um destaque especial para a modalidade Big Air. O atleta deixou perplexo o público presente com a amplitude das manobras realizadas, foi o atleta que saltou mais alto na competição e, para complementar, acertou duas manobras inéditas na categoria Master, um swith backflip – salto mortal de base trocada - e um front side 540°. Em outro salto, ele acertou um belo backflip 180° na base, lembrando que na etapa anterior, em Brasília, DaGuedes tentou e errou essa manobra por muito pouco. Entrou ainda na “linha” do gaúcho um backflip Peter Pan, back side 360° mute, front side 360° stealfish e um backflip tail grab nas alturas, foi a melhor apresentação já vista no Brasil no Big Air da categoria Master.

Na segunda colocação do Big Air categoria Master ficou o presidente da AMBDF - Associação de Mountain Board do Distrito Federal - André Pangella, foi o segundo colocado no Big Air, mandou um backflip indy que voltou com as quatro rodas cravadas, além de grabs avançados e com contorções. Andrezinho investiu na tentativa de um front flip e não voltou da manobra por muito pouco. Na manobra seguinte, ao tentar completar um backflip com variação ele sofreu a pior queda do evento, mas graças ao capacete e ao colete de proteção nada de grave aconteceu. Logo após a queda ele se levantou, fez um sinal de positivo e subiu para o próximo salto. O carismático Carlos Alberto Sabino, diretor-fundador da AMESP, conhecido como Betão, mostrou a regularidade de sempre, treinou e correu o Big Air sem sujar a roupa! Executou variadas manobras estilosas, como os tail grabs e methods que são suas marcas registradas. Não podemos esquecer de citar as caretas que ele faz durante as manobras, motivos de risadas e brincadeiras quando damos zoom nas fotos. A amplitude do dinossauro Betão vem aumentando a cada etapa, que apesar da idade de veterano, tem energia e a alegria de um adolescente com os boards no pé.

Categoria Amador

Na Amador, mas com nível e estilo de Profissional, Lucas Melo atleta da equipe Trilhas do Olimpo de Petrópolis – RJ, faturou as 4 modalidades realizadas. Quem achava lenta a pista de Boardercross de Vinhedo teve que mudar de ideia depois de ver esse cara andar no final de semana. Na final, ele chegou no último obstáculo da pista com muita velocidade, executou um 360° de bônus que varou a recepção quase toda antes de cruzar a linha de chegada. Com essa, ele mostrou que o treino na pista de pump track na casa dele, a completíssima pista do Trilhas do Olimpo Mountain Park, tá fazendo muito efeito. O repertório do campeão Lucas no Big Air foi: b/s 540°, backflip nosebone, b/s 360° tail grab, backflip Peter Pan, f/s 360° indy grab.
Mas a vida do Lucas não foi fácil! O atleta foi seguido de perto pelo Kako Neme no downhill, apenas 44 centésimos separou o campeão do vice. Kako mora em Itú – SP e tem fomentado o mountainboard na sua região, ele não participou das modalidades de freestyle por não estar 100% devido a uma lesão ocorrida recentemente, mas ele deixou um representante no Big Air que falaremos logo mais.
Em terceiro lugar no downhill ficou Michel Frederico de São José dos Campos – SP. Michel, além de pai do Davi e marido da Lívia, é local da Ladeira Urbanova e treina no local tanto na terra, na pista de mountainboard, como no asfalto, dando slides e aéreos com seu longboard. Ele descobriu recentemente um novo local de treino, uma pista de BMX construída perto de sua casa, pista essa que exige muita técnica para ganhar velocidade, assim como a Pump Track do Trilhas, pois são construídas em terrenos flat. Além de rápido, Michel Frederico mostrou cartas-na-manga durante o Big Air e levou o troféu de segundo colocado para o Vale do Paraíba. O atleta mandou um one-foot dando coice, bem no seu estilo agressivo. Michel também surpreendeu a todos com uma tentativa de backflip 180° que não deu muito certo mas mostra que logo veremos novidade. Outras manobras marcantes executadas pelo rider foi o backflip double grab e o Scorpion, todas com amplitudes acima da média, ou seja, muito altas. Os atletas Lucas Melo e Michel Frederico já tem passaporte garantido para a categoria Profissional no ano de 2014 por conta da regularidade apresentada ao longo do Circuito Brasileiro de 2013.
O terceiro lugar do Big Air amador ficou com o Clayton, atleta da cidade de Piedade, mais conhecido como Irmão. Ele tem treinado na piscina de espuma do seu mentor, Kako Neme, e apresentou novidades ao executar um backflip scorpion muito estiloso, além do backflip Peter Pan, backflip cristian air e ainda tentou um barrel roll que não foi completado. Vale lembrar que ele é o responsável por cuidar da pista de mountainboard no Parque Municipal da cidade de Piedade, tem feito a manutenção e construção de obstáculos com muita dedicação e treina com frequência. O resultado do esforço chegou, subiu no pódio de Big Air em um evento brasileiro de nível nacional, mais que merecido.
Diogo Botelho do Rio de Janeiro capital, conquistou a segunda colocação no Boardercross e o terceiro lugar no Slopestyle. Diogo fez linhas consistentes e evoluiu muito na conclusão das manobras, vibrou com suas suadas colocações no pódio. Adriano “Sequinho” é magrinho mas superou diversos nomes de peso no Boardercross, representou a cidade de Viamão no Rio Grande do Sul e conquistou o terceiro lugar na modalidade. Já Fábio Neves e Breno Galina, atletas de Brasília, representaram a equipe Callangos Board e mostraram a que vieram. Fábio que é conhecido como Bogodó, encarou o Big Air e voou alto, Breno Galina mostrou estilo de sobra com seu casaco peruano colorido e ao fazer o carve do Boardercross usando duas rodas.  Daniel Dynia de 15 anos, morador de Resende - RJ foi eleito pelo diretor de prova e presidente da AMESP, Assef Ribeiro, o atleta revelação da categoria Amador, já que foi notória a sua evolução, ele que começou a praticar o mountainboard a pouquíssimo tempo, evoluiu muito com treinando nos finais de semana na pista da Local Trip Mountainboards, no bairro de Campo Alegre em Visconde de Mauá. O rapaz desferiu manobras contorcidas e com muito estilo, mostrou também rapidez nas provas de velocidade, desbancando competidores com mais de 4 anos de experiência no Circuito.
Categoria Feminina

As meninas deram show na categoria feminina, todas as provas foram super equilibradas e no final tivemos 3 campeãs. A novata Ana Terra de apenas 13 anos, moradora de Vinhedo-SP e local da pista, mostrou o seu cartão de visitas para muitos que não tinham presenciado seus rolés, foi campeã das modalidades Big Air e do Boardercross. No Big Air ela mostrou estilo e fluidez, executou grabs na borda da frente e na de trás do seu board da Local Trip, com boa amplitude nos saltos. No Boardercross ela fez seu traçado com perfeição e faturou a prova com direito a um ollie no último obstáculo da pista. A atleta também levou o segundo lugar no Downhill, com diferença de 13 centésimos para a campeã.

Emilia Melo de Petrópolis-RJ representou a equipe Drop Boards e foi campeã do Downhill passando com destreza as costelas da segunda reta e realizando curvas abertas e suaves sem perder velocidade. A atleta tirou segundo lugar no Slopestyle e no Big Air. A carioca Fernanda Cechinel da equipe Local Trip, namorada e fã número 1 do Tupac Amaru (antes de conhecê-lo ela já tinha uma foto dele na parede de seu quarto) mostrou variações de grabs nos saltos das provas de Big Air e Slopestyle. No Slope ela se deu bem e levou o troféu de campeã para a cidade maravilhosa. No Boardercross ela ficou em segundo e está muito bem posicionada no ranking do Circuito Brasileiro 2013 por conta de suas vitórias nas outras etapas.

As meninas mostraram um belo espírito de equipe e companheirismo, todas se ajudaram e passavam dicas entre si, nem pareciam adversárias. As duas atletas mais experientes do Circuito, Emilia e Fernanda, receberam muito bem a Ana Terra e todos os presentes ficaram impressionados com o desempenho dessas garotas.

Categoria Iniciante

Os iniciantes vieram com tudo para a etapa de Vinhedo. Tainã Brito de Ceilândia - DF foi o mais rápido na prova de Downhill, o atleta que começou a participar do Circuito Brasileiro este ano, foi perfeito na prova, mostrou que tem futuro no esporte não só como atleta mas também na parte organizacional dos eventos. Ele é membro da AMBDF - Associação de Mountain Board do Distrito Federal - e ajudou os organizadores das três últimas etapas, no Trilhas do Olimpo Mountain Park em Petrópolis - RJ, na etapa da pista Callangos Board de Brasília, Tainã foi super dedicado na função da construção da pista localizada no Lago Paranoá (com a ajuda de outros atletas da região) e,nesta etapa de Vinhedo – SP , ele trabalhou como fiscal de pista.

Ítalo Guimarães de São José dos Campos – SP foi o campeão no Boardercross. Na bateria final, ele ultrapassou o atleta Tainã a poucos centímetros da linha de chegada, os atletas chegaram tão próximos que o resultado teve que ser confirmado pelo juiz de prova, o Betão, que indicou o Ítalo como vencedor da bateria mais emocionante da categoria Iniciante. Em terceiro lugar nas duas modalidades ficou o local de Vinhedo - SP, Felipe Corrêa, mais conhecido como “Tuba”. Ele mostrou muita garra, estreou no Circuito Brasileiro com o pé direito e teve a oportunidade de vivenciar o feeling das competições nacionais. Após a prova ainda teve fôlego para cantar e tocar com sua banda, muito boa por sinal, na festa que rolou na chácara onde os atletas ficaram hospedados. Fica difícil dizer de onde ele tirou tanta energia.

O campeonato foi realizado pela AMESP – Associação de Mountainboard do Estado de São Paulo – com auxílio dos membros das associações: AMERJ, AMBDF e AEBSKATOR do Rio Grande do Sul que juntos formaram a parte técnica da competição. A Someboards Promoveu toda a gestão do evento em diversos aspectos, como: estrutura física (banheiros químicos, gerador de energia, lanchonete, tendas); Segurança (enfermeiro); hospedagem, traslados e alimentação dos atletas; material de divulgação e premiação; Forneceu produtos na premiação dos atletas. A locução ficou a cargo do nosso amigo Sérgio Marreta da SKATOR, fundador da Associação Elite Brasil de Skate Off Road - AEBSKATOR - que desde 2000 atua na fomentação do Mountainboard no Rio Grande de Sul e em todo o Brasil. Marreta narrou o evento com a irreverência de sempre e desta vez teve que fugir do Talles, sobrinho do Assef, que queria pegar a sua famosa pistolinha d’água.
A Prefeitura de Vinhedo, através da Secretaria de Esporte e Lazer e da Secretaria de Serviços Municipais, foi fundamental para viabilizar os ajustes técnicos das áreas de competições. Além disso, também forneceram a aparelhagem de som, translado dos atletas, alimentação, beliches, colchões, e disponibilizaram a segurança através da ronda da guarda civil. A Gallo Mercenaria forneceu todos os troféus para a premiação, foi importantíssima para a realização do evento.
A empresa paulista SWL dedicada ao desenvolvimento do mountainboard em diversos estados brasileiros, auxiliou em toda organização do evento. Além de fabricar mountainboards ela também organiza eventos e se fez presente com a figura do Carlos Alberto Sabino, o Betão. A Local Trip Mountainboards forneceu produtos na premiação dos atletas. A marca, que é pioneira do esporte no Brasil, é 100% dedicada ao desenvolvimento do Mountainboard em diversos aspectos: fabricação de shapes e peças, realização de eventos, construção e manutenção de pistas e ainda fornece suporte para atletas da sua equipe. A loja Tropycal Surf Skate forneceu produtos na premiação dos atletas, a Kadoor, empresa de exibição de outdoor, disponibilizou um dos seus outdoors para divulgação do evento. A E-shop V Import foi outra que forneceu produtos na premiação dos atletas, ela possui uma loja virtual que conta com diversos produtos que variam de eletrônicos a jóias, passando por vestuário e perfumes.
A Enjoy the Ride, forneceu produtos na premiação dos atletas e custeou material de mídia – o backdrop do pódio. A empresa também é dedicada ao desenvolvimento do Mountainboard no Rio Grande do Sul e em todo Brasil e distribui a marca MBS no Brasil. A MBS foi responsável por criar o esporte nos EUA. A associação local, UVEA – União Vinhedense de Esportes de Ação - juntamente com o poder público, foram os responsáveis pela manutenção da área onde o evento foi realizado.Germano Viegas foi o responsável por filmar o evento e o Fernando Gazzola tirou fotos e fez a assessoria de imprensa.
A próxima etapa do Circuito Brasileiro vai ocorrer nos dias 21 e 22 de setembro em Visconde de Mauá – RJ, no sítio da Local Trip Mountainboard Park que fica no vilarejo de Campo Alegre. Em dezembro acontecerá a última etapa do ano no King Kong Mountain Park, nos dias 7 e 8 de dezembro. Os atletas e organizadores estão de parabéns, pela primeira vez temos 6 etapas do brasileiro no ano, um recorde nosso que coloca o País com o maior número de eventos a nível nacional do mundo segundo dados da IMA – International Mountainboard Association.
Texto: Fernando Gazzola
Diretor AMERJ
Representante IMA - International Mountainboard Association


4ª Etapa Vinhedo/SP:

Ranking do Circuito Brasileiro após a 4ª Etapa: 
Slope Style


Riders: Thiago Solon, Michel Frederico e Daniel Fuhrmann - Foto: Fernando Gazzola

Rider: Lucas Melo - Foto: Fernando Gazzola

Rider: Assef Ribeiro - Foto: Fernando Gazzola

Riders: Daniel Dynia e Juninho Ribeiro - Foto: Fernando Gazzola

Riders: Daniel Fuhrmann e Daniel Dynia - Foto: Fernando Gazzola

Rider: Márcio DaGuedes - Foto: Fernando Gazzola

Rider: Juninho Ribeiro - Foto: Germano Viegas

Foto: Germano Viegas

Rider: Thiago Solon - Foto: Germano Viegas

Rider: Michel Frederico - Foto: Germano Viegas

Rider: Ana Terra Costa - Foto: Germano Viegas

Rider: Thiago Solon - Foto: Germano Viegas

Riders: Juninho Ribeiro e Tupac Amaru - Foto: Germano Viegas


Enjoy The Ride!

13 de ago de 2013

Finalmente inaugurada a Loja Virtual Enjoy The Ride!, MBS Mountainboards e HillBilly, visite!


Agora você pode encontrar os mountainboards, peças de reposição, acessórios e equipamentos de proteção MBS e HillBilly e ainda escolher entre várias formas de pagamento, facilitado. Acesse: http://enjoytheride.mercadoshops.com.br e literalmente Enjoy The Ride!

Enjoy The Ride!

3 de ago de 2013

Demo de mountainboard nesse fim de semana em Brasilia/DF no Overmeeting Skate Downhill!


Set Up Montado para o show!


Venham ver o MOUNTAINBOARD DE PERTO !!!

Será uma honra e um prazer imenso participar dessa festa do SKATE DOWNHILL , a maior do Brasil !!! 
Poder levar a montanha até a cidade e a realização de mais um sonho !!! 
NÃO PERCAM nos dias 03 e 04 de agosto, no próximo fim de semana na Ermida Dom Bosco !!!