28 de nov de 2012

Infos King Kong Furious Sesh – 5ª Etapa do Brasileiro de Mountain Board!



Confira abaixo as modalidades, categorias, cronograma, formas de chegar, formas de hospedagem, entre outras informações. Enjoy the Ride!
Cronograma do evento:
*01/12:
       08h Pista Liberada oficialmente para treinos apenas para os atletas já inscritos
       10h Encerramento das inscrições
       10h10 Inicio da tomada de tempo Down Hill Speed Amador, Feminino, Elite/Pro e Master
       12h30 Parada para lanche ou almoço
       13h30 Reinicio da tomada de tempo Down Hill Speed
   14h30 Eliminatórias Boarder Cross Amador, Feminino, Elite/Pro e Master conforme número de inscritos as provas serão “todos contra todos”.
       18h Provas do Slope Style Amador, Feminino, Elite/Pro e Master
       20h Shows e entrega das premiações das provas já concluídas
*02/12
       08h Pista Liberada oficialmente para treinos apenas para os atletas já inscritos
       10h Eliminatórias Boarder Cross caso as provas não tenham encerrado no Sábado
       14h Provas do Big Air Amador, Feminino, Elite/Pro e Master
       17h Entrega das premiações

*A Categoria Iniciante ocorrerá no Domingo, 02/12, após combinação com os atletas participantes quanto a modalidade a ser disputada.

** Este cronograma poderá sofrer alterações no decorrer do evento, atletas devem ficar atentos aos comunicados de cronograma através do sistema de som.

Inscrição:
*Master: R$ 50,00 + R$ 5,00 camiseta
*Pro: R$ 50,00 + R$ 5,00 camiseta
*Amador: R$ 30,00 + R$ 5,00 camiseta
*Feminino: R$ 5,00 camiseta
*Iniciante: R$ 5,00 camiseta

Hospedagem:
*Camping: R$ 5,00 dia/pessoa (no parque)
*Casa: R$ 25,00 dia/pessoa (próximo ao parque), combinar com Gilmar e Cibele
*Hotel: ( mais próximo do parque fica a 10km)

Alimentação:
*Café da manhã: R$ 5,00.
*Almoço: R$ 10,00.
*Teremos bebidas, pizzas e lanches para venda no bar.

Como Chegar: Estrada Afonso Lourenço Mariante 3712 – Rincão
DE ONIBUS:
·       Pega T 11 no aeroporto, desce na Aparicio Borges próximo de um Posto Ipiranga antes da Oscar Perreira.
·       Na Oscar Perreira em frente a Igreja da Gloria pegar o ônibus 289 Rincão O. Perreira
·       Descer na quarta parada depois do Supermercado Dalzzati.
·       Esta para é em frente a KING KONG MOUNTAINPARK

DE TAXI:
Estrada Afonso Lourenço Mariante 3712
Tem 2 opções:
1º - ir pela Gloria – mais perto de em torno de R$ 60,00 o taxi
2º - ir pela Bento e Pinheiro

Modalidades:
Down Hill Speed – Duas tomadas individuais de tempo, será considerado o melhor tempo e vence quem tiver o menor tempo e assim por diante.
Boarder Cross – Descidas em baterias de dois ou três atletas, sendo classificados os melhores atletas.
Freestyle – Big Air – 05 saltos na pista de Freestyle, julgados por três juízes, serão considerados os três melhores saltos nos quesitos: estilo, amplitude, altura, grau de dificuldade e aterrissagem. Colocações conforme pontuação.
Freestyle – Slope Style – 05 decidas na pista de Freestyle, julgados por três juízes, serão consideradas as três melhores voltas nos quesitos: criatividade, estilo, aproveitamento do percurso, grau de dificuldade das manobras e aterrissagens. Colocações conforme pontuação.

Categorias:
- Iniciante
- Feminino
- Amador
- Elite/Pro
- Master (Acima de 32 anos)

* Conforme número de atletas inscritos, de acordo com o conselho Brasileiro de Mountainboard as Categorias Pro e Master poderão ser mescladas na Categoria Open, porém com premiação e pontuação separadas por categoria.
** Maiores esclarecimentos em relação às regras do evento estão disponíveis no Regulamento do Circuito Brasileiro de Mountain Board, as divergências e dúvidas serão esclarecidas pelo Conselho Brasileiro do Circuito composto por um representante de cada estado participante.



Ranking do Circuito Brasileiro de Mountain Board 2012



Salve Riders, finalmente conseguimos atualizar o Ranking 2012, já foram 4 etapas, e nesse final de semana rola o encerramento do Circuito 2012 em Porto Alegre, no King Kong Mountain Board Park. 
Superando todas as expectativas, conseguimos realizar 5 ótimas etapas durante o ano! 
É claro que temos que melhorar muito, mas ao mesmo tempo, na escassez de recursos, conseguimos em todas as etapas, oferecer condições suficientes para os atletas apresentarem seu melhor desempenho. O esporte evoluiu tecnicamente e surgiram novos adeptos.
Cada pista com suas características bem diferenciadas e marcantes.

Confira abaixo os resultados:


Enjoy The Ride!

7 de nov de 2012

4ª Etapa do Brasileiro de Mountainboard, na Local Trip, mais um evento para ficar na história!


Atletas Master, precursores do esporte no Brasil, em homenagem no final do evento. Foto Michel Frederico
- “DaGuedes, qual a tua sensação de estar na Local Trip para a 4ª Etapa do Brasileiro que depois de 8 anos consecutivos realiza um evento, agora,  certificado internacionalmente?” Quando Marreta*, nos microfones, me fez essa pergunta, na sexta feira ainda, no aquecimento para o DownHill Speed, essa matéria começava a ser escrita. Respondi – “A gente nunca cansa de estar aqui, Visconde de Mauá respira Mountainboard, trazido por Paulo Solon, é o  berço do esporte no Brasil, a etapa mais regular, assídua e que registra o maior numero de participantes, vir para Mauá significa estar no templo do All Terrain Board. A emoção é sempre como a da 1ª vez, e ver nosso esporte nesse nível técnico, quantidade de adeptos e reconhecimento mundial, só nos faz ter certeza que valeu a pena manter a perseverança em um esporte novo e perigoso, ao invés de render-se ao assédio das tantas outras opções, mais fáceis e acessíveis.”
A Local Trip foi construída em um emaranhado de montanhas na fronteira do Rio  com Minas, com pistas por todos os lados, perfeitas e bem preservadas, é o quintal da casa do Thiaguinho Solon e sua Crew, atletas de alto nível, que desde criança amarram seus pés nas presilhas e botam pra baixo, e não é à toa que hoje são os apresentadores do programa Mountainboard do Canal OFF.
Para entender um pouco como tudo começou, converso com Paulão em sua sala de Shape, onde um surfista que veio morar na serra da Pedra Selada, longe do mar,  buscou um esporte para substituir sua carência de ondas, encontrou o surf de montanha, e na dificuldade de ter equipamentos acessíveis, criou o seu próprio,  na sua sala de shape usa a experiência em laminação de pranchas de surf e produz decks personalizados de madeira prensada e resina Epóxi, igual a uma fábrica de pranchas, desenhados e laminados conforme peso, tamanho e necessidade do atleta.
A Local Trip Centro de Treinamento já é conhecida internacionalmente faz anos, foi capa da revista Britânica All Terrain Board em 2005, participa seguidamente de programas de TV e recentemente foi assunto do programa Encontro com Fátima Bernardes, levando o lifestyle do mountainboard para todos os lares brasileiros. 
A certificação internacional, apesar de uma grande conquista, não é novidade, outras etapas já obtiveram. Porém, garantir a presença de atletas do circuito mundial é um desafio, exige um empenho maior na comercialização do circuito para  oferecer uma boa premiação em dinheiro para os profissionais ou uma verba para bancar a vinda dos mesmos. Custeados, já vieram, os campeões mundiais: Tom Kirkman, por duas vezes, Akoni Kama, Paul Cleveland e Kody Stewart, em Etapas do Sul, e mais recentemente na Etapa deste ano no Trilhas do Olimpo, Reny Milles, por estar em férias no Brasil. 
A Etapa de encerramento do Circuito foi oficialmente lançada em Mauá, dias 1º e 2º  de dezembro no King Kong Mountain Park, na estrada do Rincão, Belém Velho, em Porto Alegre/RS, mas essa já é outra história.


*Sérgio Marreta também precursor no MountainBoard no Brasil e do Circuito Brasileiro, criador da Skator, Skatista de alma e coração, reconhecido nos quatro cantos, me iniciou no esporte, etc...e é meu amigo! 



Resultados da 4ª Etapa do Circuito Brasileiro de Mountainboard 2012

Visconde de Mauá - RJ

Modalidade Downhill

Pro
1    Thiago    30,87
2    Ariston    32,20
3    Tupac    32,24
4    Lâmpada    32,63
5    Juninho    33,56
6    Danielzinho    34,21
7    Ogro    35,43
8    Assef    36,41

Master
1    Leo Ristow    33,15
2    DaGuedes    34,23
3    Bzinho    34,38
4    Betão    35,10
5    Andrezinho    41,69

Amador
1    Lucas Melo    33,16
2    Rafa Bomba    33,31
3    Tarumã    33,53
4    Douglas    33,81
5    Michel Frederico    34,89
6    Sequinho    36,84
7    Edu Rezende    37,21
8    Diogo Marins    38,35
9    Pedro Coutinho    38,69
10    Caio Fonseca    42,43

Feminino
1    Lara Boralli    15,23
2    Kayná    15,38
3    Simone    15,48
4    Laís Morimoto    15,65
5    Emilia    17,68

Modalidade Boardercross

Pro
1    Thiago Solon
2    Tupac
3    Ariston
4    Lâmpada
5    Juninho
6    Ogro
7    Assef
8    Danielzinho

Master
1    Daguedes
2    Leo Ristow
3    Andrezinho
4    Bzinho
5    Betão

Amador
1    Rafa Bomba
2    Lucas Melo
3    Diogo Botelho
4    Michel Frederico
5    Douglas
6    Diogo Marins
7    Edu Rezende
8    Sequinho
9    Tarumã
10    Coutinho

Feminino
1    Kayná
2    Simone
3    Emilia
4    Lara Boralli

Modalidade Big Air

Pro
1    Thiago    9,43
2    Lâmpada    9,28
3    Danielzinho    8,3
4    Ariston    8,07
5    Tupac    7,97
6    Juninho    7,78
7    Assef    7,39

Master
1    DaGuedes    8,93
2    Betão    6,49
3    Andrezinho    4,82

Amador
1    Michel Frederico    8,81
2    Lucas Melo    8,7
3    Rafa Bomba    8,59
4    Sequinho    8,32
5    Diogo Botelho    7,19
6    Coutinho    6,98
7    Diogo Marins    4,83
8    Daniel Pynia    4,82


Feminino
1    Laís Morimoto    5,11
2    Emilia    3,84
3    Lara Boralli    3,11
4    Kayná    2,52
5    Simone    2,1

Slopestyle (Modalidade proveniente do “snowboard freestyle” na qual os atletas realizam manobras em um circuito com diversos obstáculos (rampas de terra, corrimão de madeira, wall-ride, quarter-pipe, costelas e vulcão. Os critérios avaliados pelos juízes são: Dificuldade técnica das manobras, amplitude, recepção, estilo e criatividade).

Pro
1    Thiago    9,6
2    Danielzinho    8,55
3    Juninho    8,48
4    Assef    7,48
5    Ariston    7,18
6    Tupac    7,10

Master
1    DaGuedes    7,53
2    Betão    5,5

Amador
1    Lucas Melo    8,59
2    Michel Frederico    7,70
3    Rafa Bomba    7,68
4    Coutinho    6,34
5    Diogo Botelho    5,47
6    Laís    5,41
7    Daniel Dynia    5,37
8    Sequinho    4,81

Feminino
1    Laís Morimoto    4,95
2    Emilia    4,15
3    Simone    3,23
4    Kayná    2,88
Fonte: Fernando Gazzola